Histórias de Quarentena

Produção de mídia popular nas favelas
do Rio de Janeiro

Museu de Favela (MUF)

Museu de Favela (MUF) – Pavão, Pavãozinho e Cantagalo

No Museu de Favela (MUF), trabalhamos para resgatar e coletar memórias das de nossas favelas. O museu é uma 'coleção viva', que são os próprios moradores, especialmente os idosos, que são nossas fontes de informação. Coletamos informações de suas histórias de vida, criamos nossas exposições usando nossas casas como tela e nossa galeria de arte é uma galeria a céu aberto que segue o roteiro das ruas da nossa favela.

Nossa galeria aberta exibe graffiti e arte naïf narrando a história de nossa comunidade.

Histórias de distanciamento social do MUF

Todas as visitas ao Museu de Favela foram interrompidas e esta era a nossa única fonte de renda. Isso se tornou um grande problema para o Museu, porque nossas vidas pessoais e profissionais foram seriamente afetadas e todas as pessoas que trabalhavam para o museu eram voluntárias, sendo que a maioria de nós trabalhava por conta própria.

Assista ao Trailer

Museum de Favela (MUF) – Pavão, Pavãozinho e Cantagalo

Somos empreendedores sociais e culturais e tentamos nos afastar do estereótipo de favelados ou moradores de favelas - nem tudo é aquela velha história de samba e mulatas!

Recebemos muitos estudantes internacionais que vêm pesquisar em nosso museu. Muitos estudantes fizeram suas dissertações na área de arquitetura, políticas públicas e demais tipos de formação acadêmica. Temos vários benefícios: os estudantes vêm para se voluntariar e estamos expandindo a museologia social.O nosso museu nasceu lado a lado com a museologia social e as nossas exposições aqui têm diferentes formas de curadoria para mostrar o nosso patrimônio.

Os visitantes estão descobrindo as diferenças entre cada favela e sua própria identidade, sua história, cultura, as memórias de seus moradores e seu patrimônio.

Estamos mostrando aos nossos visitantes

como cada favela é única e distinta. 

Histórias de distanciamento social do MUF 

Nossos voluntários tiveram problemas graves, perda de familiares e problemas de saúde. Portanto, nosso trabalho no museu foi severamente afetado a ponto de eu ter que cuidar de tudo sozinha.

Não tínhamos ideia de como iríamos ajudar a comunidade durante esta pandemia. Nós, como moradores, também sofremos, também temos necessidades. Contudo, graças às redes de museus que desenvolvemos nos últimos 10 anos, conseguimos estabelecer parcerias, principalmente com uma instituição chamada 'Changemakers', de onde recebemos recursos para a compra de cestas básicas e vales-gás. 

Se você quiser saber mais ou visitar o nosso museu, entre em contato conosco no seguinte endereço:

+55 21 2267-6374

Márcia (Diretora): +55 21 99202-9156